Buscar
  • Letícia - Sócia Atualiza

APLICAÇÃO DE IMPOSTOS (simples nacional)

Atualizado: 1 de Out de 2020

Entenda a porcentagem por trás da sua atividade - como é calculada e o que as diferencia



Todos sabem que aqui na Atualiza costumamos indicar que os negócios sejam começados (quando possível) como #MEI. Certo? Certo! Mas o que fazer quando a expansão da empresa pede que você altere de modalidade?

SE EU PAGAR IMPOSTO "DE TUDO" EU VOU FALIR

Ah, quantas e quantas vezes nós ouvimos isso de cliente.. A realidade é que o valor devido de impostos deve entrar na conta na hora de precificar seu produto/serviço.


IMPOSTOS - COMO FUNCIONAM?


Lembrando que aqui temos por base o regime do #simplesnacional! A porcentagem de imposto paga pela sua empresa sobre a atividade é definida de acordo com o anexo em que sua atividade se enquadra. QUE? Tá bem, vamos por partes: cada atividade tem um código (CNAE), e esse código pertence a um ANEXO.


Esse anexo em que sua atividade se enquadra, é o que determina alíquota inicial e/ou a base de cálculo posterior do seu percentual de imposto. Então, se você é uma empresa que presta serviços de produção de vídeo por exemplo, sua atividade se enquadra no anexo III - com 6% de imposto sobre faturamento.


Entenderam? Não é difícil, basta acompanhar o fluxo. Então os passos são: definir atividades e pesquisar os CNAEs > checar os anexos de cada uma delas (caso seja mais de uma) > ver a % de imposto equivalente.


APLICAÇÃO DO IMPOSTO NO PREÇO


Uma vez que você conhece seu percentual de imposto, é hora de incluir esse valor na contagem de custos do seu negócio. O imposto é um valor que esta diretamente ligado à sua atividade, por isso, deve entrar na conta no momento de PRECIFICAR. Então se temos um serviço que você costumava cobrar R$ 100,00, antes de alterar a modalidade da empresa de MEI para ME (por exemplo), a partir de agora você deverá recalcular seu valor final INCLUINDO os 6% de imposto.


Dessa forma, seu cliente compensa os valores de impostos e isso não passa a ser uma despesa sua. O ideal pra saúde financeira é que sua atividade pague seus próprios custos/despesas e que a diferença disso seja seu lucro.


UM ALERTA IMPORTANTE


A alíquota de imposto tem base no faturamento da empresa nos últimos 12 meses e existem linhas de valores. Na prática: usando a empresa de produção de vídeo que citamos acima, os 6% são fixos de impostos sobre faturamento mensal ATÉ que ela faça R$ 180.000,00 nos últimos 12 meses. A partir desse valor, a alíquota passa a ser variável e existe uma conta mensal pra descobrir o %.


A moral da história é que qualquer empreendedor DEVE fazer um acompanhamento FREQUENTE da parte financeira e administrativa da sua empresa. Essa é a única forma de evitar dores de cabeça e imprevistos. Não é nenhum monstro, e tudo tem explicação. Entendam o funcionamento que fica tudo mais simples!


Ficou com dúvida? Manda aqui pra gente!

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo